sábado, 6 de dezembro de 2008

Vergonha nunca mais! - Lindo isso!

Na ocasião da "queda" do ser humano, uma das primeiras reações do homem e da mulher foi, diante da percepção da presença de Deus, querer afastar-se, eles desejaram esconder-se , não tinham mais a noção da presença ilimitada de Deus, esqueceram-se de que não há lugar onde Ele não esteja, que não existe o que Ele não saiba. O primeiro grande prejuízo foi perder a noção de Deus, de quem Ele é. E por não saberem mais isso, temeram, tiveram não respeito, mas medo tolo , que distancia e afasta.



(Gênesis 3:8-10) - E ouviram a voz do SENHOR Deus, que passeava no jardim pela viração do dia; e esconderam-se Adão e sua mulher da presença do SENHOR Deus, entre as árvores do jardim. E chamou o SENHOR Deus a Adão, e disse-lhe: Onde estás? E ele disse: Ouvi a tua voz soar no jardim, e temi, porque estava nu, e escondi-me.


As sequelas do pecado sempre são as mesmas, desejo de afastar-se, sensação de indignidade, ignorância de pensar que pode se esconder de Deus. O pecado é uma via que leva em direção à distância de Deus. Nós mesmos nos afastamos.


Mas...


(Hebreus 10:19, 20) - Tendo, pois, irmãos, ousadia para entrar no santuário, pelo sangue de Jesus, Pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou, pelo véu, isto é, pela sua carne,

Cristo abriu o caminho de volta, Ele mesmo é o Caminho. A separação criada pelo pecado, representada no judaísmo pelo véu de separação do tabernáculo , a idéia de distância de Deus não tem mais razão de ser.

Nunca mais alguém que está em Cristo precisa viver longe de Deus, nunca mais precisamos nos esconder.

Não há mais nada a fazer. Só nos resta crer nessa obra, e agradecer!


Vergonha nunca mais!