sábado, 8 de setembro de 2007

Não estamos sós



Em I Pe 5.9 , Pedro consola as Igrejas da Ásia dizendo que resistam ao diabo , permanecendo firmes na fé, porque o mesmo sofrimento é partilhado com outros irmãos no mundo inteiro,demorei para compreender porque o fato de tomar ciência de que o mesmo sofrimento é partilhado por outras pessoas pode ser uma forma de alívio e consolo, não entendi até me lembrar de Elias em I Rs 19.9, Elias passou por uma verdadeira crise quando se percebeu sozinho, quando percebeu que era o único que ainda mantinha-se fiel a Deus e zeloso por sua aliança, e parecia que viver assim o havia levado a morte iminente, mal sabia ele que Deus havia conservado outros 7000 cujos joelhos não haviam se curvado diante de Baal e cujas bocas não o beijaram ( I Rs 19.18), Elias estava desesperado , sentiu-se desacompanhado no caminho da fidelidade , mas a narrativa bíblica nos mostra que Deus era o responsável pela conservação de fiéis , Deus “fez sobrar” fiéis , e foi esse o consolo que Elias teve da parte de Deus , você não está só! E Eu sustento a fidelidade !
O fato é que diante das adversidades fica difícil manter-se fiel sozinho, já dizia Eclesiastes 9.4-12 , existem só benefícios na companhia , saber que outras pessoas vivenciam as mesmas situações que nós nos encoraja , é uma espécie de sentido de pertencimento a um grupo, como cristãos somos lançados em contextos que nos agridem moralmente e espiritualmente , somos perseguidos e pressionados por tomarmos posturas cristãs , a pressão muitas vezes é escancarada ou até mesmo sutil , tentando nos modificar, alterar nossa essência, nossa pureza, nos fazer sentirmos sós no estilo de vida conforme a palavra e assim muitas vezes somos tentados a desistir, pensamos “ – Mas só eu nessa Igreja, ou nesse empresa , ou nessa escola ajo dessa forma , as outras pessoas vivem de maneira infiel a Deus e não são prejudicadas!” , ou ainda , “- É isso que recebo por ser fiel a Deus?!”a verdade é que muitas vezes é sofrimento que recebemos quando contrastamos o estilo de vida segundo Deus com o padrão desse mundo , somos perseguidos , como nossos irmãos dos primeiros séculos, não somos mais açoitados em praças públicas ou presos e torturados, a perseguição interna tem sido mais sutil em nossos dias e temo que tem sido mais eficaz em seus propósitos como diria o pastor Ed René é o novo ateu,que vive não fora das igrejas dizendo que Deus não existe, vive dentro delas como se Deus não existisse, mas não é sobre perseguição que pretende falar o presente texto, é sobre consolo, a verdade é que esse contexto onde falsos cristãos lotam as igrejas , convivem nas empresas e escolas , é também o contexto onde os verdadeiros cristãos muitas vezes sentem-se sós, mesmo em meio a outros “ irmãos” ( falo isso com temor, desejando que não fosse assim) e quando isso acontece o único consolo é saber que ainda existem fiéis, espalhados por aí, mais fiéis que passam as mesmas aflições que nós mas não se vendem e não se rendem “ ao falso brilho e glória passageira desse mundo”, saber a respeito dessas pessoas nos encoraja a continuarmos, esses são cristãos do tipo que embora sofram, resistem as tentações das paixões carnais, jovens que embora sob muita pressão tanto da sociedade quanto de seu próprio corpo decidem manterem-se castos até o casamento, um verdadeiro escândalo para o mundo moderno, ou pessoas que decidem não sonegar, não subornar guardas de trânsito , não alimentar adultérios mesmo quando existem só no pensamento, decidem não viver avarentamente acumulando bens esquecendo-se dos que realmente precisam, que decidem não ser coniventes com o estilo de vida alienado da mídia e seus apelos consumistas, são cristãos que pertencem a Deus integralmente, não são cristãos por hobbie , não levam a fé como algo que praticam nas horas vagas, nos fins de semana, naquelas duas horas do domingo , são cristãos em suas profissões, são cristãos vivendo em família, são cristãos na rua, no trânsito , na escola, no posto, na padaria, na esquina, na internet, no orkut, são cristãos contra a pornografia, contra as conversas maliciosas, contra a injustiça social, são cristãos integrais e pertencem a cristo seus bens , seus talentos, seu tempo, seu corpo, e tudo mais ... essas pessoas estão espalhadas por aí, tente viver assim e então você verá o que é sofrimento, essas pessoas não são muito comuns e as vezes sentem-se como Elias, ou como os cristãos da Ásia para quem Pedro escreve, sós e perseguidos, ou vivendo em desvantagem em relação a maioria, é para esses cristãos que Pedro diz, resistam firmes na fé, aguarrem-se a fé como um náufrago a um madeira em alto mar, essa é a única maneira de resistir. Essa gente é gente do tipo de Elias, que decide de fato obedecer a Deus a qualquer preço, pra esse tipo de gente é que é dito “ Você não está só” , agora entendo o valor dessa declaração de Deus a Elias,ao ouvir isso ele se deu conta de que quem preserva a fidelidade é Deus, deu-se conta de que embora pareça estar só existem ainda outros fiéis e que Deus enfim está no controle. Aos cristãos da Ásia , Pedro diz “ permaneçam firmes na fé, outros irmãos no mundo inteiro partilham o mesmo sofrimento que vocês”.Enfim não estão sós os que são fiéis a Deus, eles tem por companhia outros irmãos e por sustento o próprio Deus.
Rosilene Gomes Ribeiro


Que Deus nos ajude!